» 1/4 de Surf por ano

O Surf4ever começou em novembro de 2006 e, a partir de 2007, decidi marcar em calendário os dias surfados.
Não interessa onde seja, clássico ou horrível, com tamanho ou merreca, sessão curta ou o dia todo na água, não importa, marco lá no quadrado daquele dia: SURF.
Em 2007 foram 104, em 2008 foram 95, e até março de 2009, foram 22 dias. Isso equivale a uma média de 1/4 de ano surfado.
É claro que eu gostaria de surfar muito mais dias, 3/4 ou pelo menos metade do ano, e que preferiria nem estar contando os dias e nem manter esse blog se pudesse surfar muito mais dias por ano.
Mas, para um sujeito comum que surfa há mais de 20 anos e que já passou dos 30, e que sabe que a ameaça de parar é real só de olhar para os lados e lembrar quantos caras que conhece (e que não conhece) que pararam, acho que essa pode ser considerada uma média satisfatória.
A vida vai fechando o cerco para muitos, com a correria diária do trabalho, a luta pela sobrevivência digna, compromissos sociais, familiares, saúde, entre muitos outros fatores.
O rip já não é mais o mesmo, seja pela idade que vai aumentando, seja pela falta de estar na água com mais frequência.
Já me peguei pensando se não seria melhor já ter parado com isso, focar somente no lado profissional e pessoal, esquecer essas tralhas de prancha, deck, cordinha, parafina, raspador, capa, roupa de borracha pra lá e pra cá, previsão de swell, barca, trip, crowd, etc. Não se preocupar mais com nada relacionado ao surf, parar de surfar e de manter esse blog.
Mas não consigo.
Mesmo só podendo surfar 1/4 de ano, eu não me rendo. Sei que para alguns é pouco, mas para alguns poucos sei que pode até ser bastante. Não consigo deixar de cair na água quando posso, de me preparar com o Yoga durante a semana pensando em manter a remada e o corpo preparado, na medida do possível, pro surf.
Várias vezes sei que tá rolando altas durante a semana, e chego sábado cedão pra encontrar o mar flat, mexido, ou bem pior do que sei que estava de segunda a sexta. Nem precisa dizer que com muito mais crowd. Procuro não pensar e fazer a cabeça com o momento, com o que está ali, a disposição, pra mim.
E sempre, antes de entrar, junto com a proteção que peço e com o agradecimento por poder estar ali de novo, peço também duas coisas: PAZ (não importa o que aconteça lá dentro) e pelo menos uma onda realmente boa, de preferência da série. Tem funcionado.

Momento de egotrip aqui no Surf4ever

Momento de egotrip aqui no Surf4ever: esse blogueiro na vala que salvou seu verão 2009, no Norte da Ilha de Santa Catarina. Foto: Fernando Goidanich

Por: Gustavo Otto

________________________________________________Surf4ever

Anúncios

15 Responses to “» 1/4 de Surf por ano”


  1. 1 rodrigo terror mar 31 2009 às 1:00 am

    Te digo mais, a cada dia que passa me amarro mais ainda, trabalhando duro o ano inteiro pra tirar uns dias de férias e realizar algumas barcas de sonho, a do ano passado foi puerto escondido, a desse ano ainda não saiu o planejamento, mas o dindin embaixo do colchão já está crescendo…
    As vezes fico pensando se não amadureci o suficiente quando me pego pensando em uma barca ao invés de pensar em trocar o apartamento, comprar um carro novo, fazer economias para o futuro, que nada!!! só consigo pensar na próxima barca!!!!!

    Esse vício sadio que me mantém acordando todos os dias cedo para trampar com mais vontade ainda… porque a batalha continua a cada dia…

    surf 4ever!!!

    rodrigo terror

  2. 2 GD mar 31 2009 às 1:27 pm

    Sei muito bem o que é isso….surfo desde 86 e fiquei um período do 2006 a 2008 sem surfar..pensei que seria o fim, que não ia voltar…arrumei um longboard e descobri o surfe na praia da macumba/RJ….foi como um recomeço….um tipo de prancha diferente, novas amizades, altas ondas….agora só consigo pensar nisso….to fissurado de novo…vou encomendar uma prancha nova….é…tudo na vida são ciclos…aloha

    GD.

  3. 3 Bruno Lamarão mar 31 2009 às 5:02 pm

    Parabéns pelo post, conseguiu resumir o pensamento de muita gente. Ja tinha dado uma olhada no teu blog e gostei do que vi… mas dessa vez você parece ter escrito o que venho pensando nos últimos anos. Tb sou de 75, e pego onda desde 89, mas nem penso em parar… E olha que tá vindo o primeiro filho por aí… Abraço.

  4. 4 Turtle mar 31 2009 às 10:38 pm

    Parar de surfar? só quando me faltar condições físicas. Também já me peguei pensando em desviar meu foco para outras coisas, outros esportes, mas no máximo vou mergulhar uma ou duas vezes por ano. impossível substituir as dores musculares de uma semana com swell consistente, é uma dor sem igual…
    agora que adicionei um longboard ao meu quiver, redescobri o surf. Em resumo sou do mar, trabalho no mar e me divirto no mar. na água salgada renovo minha vontade de viver. O outside é o templo onde me sinto mais próximo de Deus. Aloha. boas ondas!!!

  5. 5 Laertes abr 01 2009 às 12:53 am

    E aí Gustavo, tudo beleza ?
    Ei rapaziada eu sou bem antes de 75, a primeira filha já veio e olha que está moça, moro a 250 km do mar, no mínimo 2 horas e meia de viagem, surfo bem menos de 1/4 por ano e continuo na luta. Eu sei que isto não serve de incentivo, mas é para apresentarmos nossas realidades. O importante é continuarmos curtindo o surf da maneira que podemos na prática, nas revistas, nos filmes, na net, etc.
    Acredito que esses questionamentos surgem na cabeça de todos nós, principalmente a partir de uma certa idade, mas também acho que temos que procurar aproveitar o máximo que pudermos.
    É isso aí.
    O blog continua show de bola, é como se fosse um encontro com velhos amigos.
    Um grande abraço a todos e boas ondas.

    PS. Bela foto Gustavo, parabéns, mas tem de contar onde é o pico rsrsrs.

  6. 6 Tora abr 01 2009 às 1:43 am

    Grande Gustavo!
    Obrigado pela visita lá no brogue.
    Entro diariamente aqui, mas
    nao tenho comentado mesmo.
    Grande abraço,

    Tora

  7. 7 João Paulo Feier abr 01 2009 às 6:43 pm

    isso ai nigga!! esse é o real espirito do surf que não podemos deixar acabar! Peter Pan neleeeess .Abração.

  8. 8 RD abr 01 2009 às 9:44 pm

    mto bom amigo , grande abraço !!
    RD

  9. 9 Tati abr 01 2009 às 10:03 pm

    Gustavo tenho apenas uma coisa para te falar: APROVEITE as ondas do mar, mesmo que não sejam, naquele dia, o que você esperava, pois tem muita gente que adoraria estar no seu lugar mas não pode.

    Adoro passar por aqui, e ler suas mensagens. É uma pena que só nos encontramos para falar de coisas boas da vida virtualmente.

    beijoks

  10. 10 Maurio Borges abr 02 2009 às 1:19 am

    u quê? Tás pensando em parar de surfar? Dô-te com os rufos da tarrafa nos escornos… Aí tu me arrombas todo! Não podes parar. Nunca.

    É a prancha nova, o cheiro da parafa, a cordinha, o deck a roupa de borracha que nos mantem vivo. Saí dessa lama, jacaré.

    Tens é que chutar o balde dessa merda aí de Joinville – que nem time pra ganhar do Avai essa cidade têm – e voltar urgente pra Ilha. Arrumar um trabalho decente por aqui e pronto!

    Essa esquerdinha, no canto esquerdo da Brava (ih! falei) tá bonita, mas ali já era pra ti tá virando lá embaixo, pra subir reto contra o lip… mas tudo bem… eu e toda raça de leitores aqui do surf4ever te perdoamos.

    O importante é saber que não importa a quantidade de tempo dentro dágua mas sim a qualidade e o prazer de curtir esse tempo.

    Aquele abração.
    MB

  11. 11 Felipe Couto abr 03 2009 às 3:06 am

    1/4 do ano? pooo 100 dias de surf quase no ano e “pensa” em parar? Esse nao vai parar nunca, isso é barriga cheia, com certeza vai estar incomodando os nossos filhos e até netos naquele costaozinho de agua verde ali.. hehehehe Abraçao é sempre uma satisfação encontrar o amigo dentro dagua!!

  12. 12 Surf4ever abr 04 2009 às 8:00 pm

    Valeu pelo drop aqui Rodrigo, GD, Bruno, Turtle, Laertes, Tora, João Paulo, RD, Tati, Maurio e Felipe!
    Abraços!

    Gustavo
    S4e

  13. 13 Geraldo Azevedo maio 01 2009 às 7:37 pm

    Comecei a surfar em 1992 com uma prancha velha numas férias na Bahia, lá em Jaguaribe, viciei. Nunca aprendi a surfar direito, surfo muito mal.
    Hoje tenho 39 anos, pego onda só quando dá , mas só vou parar quando morrer.
    Surf na veia.

  14. 14 Luciano Berenger jun 29 2009 às 2:24 pm

    Primeiramente gostaria dar um Aloha pra todos,e falar que um ponto crucial na vida de todo surfista é o momento em que a vida começa a te fechar o cerco;compromissos e prioridades,pra mim isto tá sendo pior que os piores caldos que levei,é uma luta pra sobreviver só que fora da água,um sentimento de morrer um pouquinho a cada dia,mas a certeza de que sem o surf,não faz sentido pra mim chegar a lugar nenhum,ser bem sucedido só tem graça pra mim se eu continuar sendo quem sempre fui;UM HOMEM DO MAR!!!!!!!!ALOHA EVER!!!!!!!!!!!!

  15. 15 Surf4ever jun 30 2009 às 12:40 am

    Valeu pelo drop aqui também Geraldo e Luciano!

    Gustavo
    S4e


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




“Eu vou pegar uma onda todos os dias, mesmo que seja na minha mente.”

“I will catch a wave every day, even in my mind.” Shaun Tomson

Uso recomendado:

Pra lavar a alma!

contato@surf4ever.com.br

Fica a vontade em mandar e-mail, ou comentar em qualquer post do blog, mesmo que seja antigo!

Blog com:

  • 415,906 hits

No blog agora:

hit counter

Arquivos:

Parceria Sul-Americana:

Melhor em 1024 X 768 pixels

******************************