» Quintal de Gaza

.

Matéria muito boa e recente da rede Al Jazeera, mostrando como alguns esportes (em especial o Surf) têm ajudado alguns jovens da Faixa de Gaza a terem, na medida do possível, uma válvula de escape saudável na difícil realidade das vidas deles.

Em 2007 Doc Paskowitz e Kelly Slater estiveram lá e doaram umas pranchas, ação que repercutiu bastante. Agora, a coisa está muito mais sinistra. Nessa matéria não há glamour, não há ninguém famoso. Apenas surfistas comuns caminhando com seus tocos em meio aos escombros, tentando esquecer o horror da guerra em momentos de paz dentro d’água, na esperança por dias melhores no futuro.

Sem forçar a barra, sem segundas intenções, eles apenas dizem naturalmente ao repórter o que sentem quando estão surfando. Nas palavras do palestino Taha Bakr, noto o espírito pleno e verdadeiro do Surf.

Por: Gustavo Otto

________________________________________________Surf4ever

6 Responses to “» Quintal de Gaza”


  1. 1 rodrigo terror fev 08 2009 às 1:28 am

    O esporte como instrumento paz!!!

    Infelizmente alguns ainda matam por um pedaço de terra e religião>>>

    att

    rodrigo

  2. 2 Neko fev 08 2009 às 10:41 am

    Valeu Gustavo. Muito legal o video. Não sabia que rolavem ondas deste tamanho no Mediterrâneo. A galera na água surfando é o melhor remédio. Um ângulo bem diferente do que aparece diariamente na TV sobre este conflito. Parabéns. Neko

  3. 3 Omar fev 11 2009 às 2:10 am

    Grande Gustavo!

    Obrigado pelo e-mail! Muito legal o vídeo velho! Não sabia que o Slater tinha ido lá… (na reportagem diz q ele não iria)

    A realidade deles é realmente muito difícil. Me admira o fato de terem discernimento e serenidade para esquecer tudo e se jogar no mar… tiro o chapéu para os caras.

    Grande abraço amigo!
    Omar.

  4. 4 Hugo fev 11 2009 às 5:00 pm

    Irado este post cara, muito bom mesmo, legal de saber que o surfe está presente por lá e que mesmo com os constantes conflitos, como você bem escreveu acima, eles vão para o surfe buscando um pouco de paz e esperança por dias melhores. E com certeza encontram isso no surfe.

    Muito Bom.

  5. 5 laertes fev 15 2009 às 6:49 pm

    E aí Gustavo, muito legal este post, e prova que o surf pode estar em qualquer lugar. E depois nós ficamos reclamando de um marzinho flat durante um final de semana, imagine as dificuldades que eles passam por lá.
    Um grande abraço, Laertes.

  6. 6 Surf4ever fev 20 2009 às 3:15 pm

    Surf na faixa de gaza
    A invasão insraelense em território palestino teve um efeito colateral pouco notado, mas muito simbólico: as atividades do clube de surf de Gaza foram interrompidas por tempo indeterminado, para que seus 35 integrantes pudessem reconstruir suas casas e enterrar seus mortos antes de se dedicar novamente a sua principal fonte de prazer em tempos de guerra.

    Por Ricardo Calil

    No Salada, da TRIP:
    http://revistatrip.uol.com.br/salada/conteudo.php?i=25754


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




“Eu vou pegar uma onda todos os dias, mesmo que seja na minha mente.”

“I will catch a wave every day, even in my mind.” Shaun Tomson

Uso recomendado:

Pra lavar a alma!

contato@surf4ever.com.br

Fica a vontade em mandar e-mail, ou comentar em qualquer post do blog, mesmo que seja antigo!

Blog com:

  • 413,946 hits

No blog agora:

hit counter

Arquivos:

Parceria Sul-Americana:

Melhor em 1024 X 768 pixels

******************************