» Reclamando da vida?

Conheça então o Nick Vujicic:

clica se quiser ler (em inglês)

Jeff Mull escreveu a história para a SurferMag.com, sobre um homem que não possui nem os braços nem as pernas, e que foi levado para surfar nesse ano de 2008 na praia de Waikiki, no Hawaii, por ninguém menos do que Bethany Hamilton. É uma história altamente inspiradora:

See It To Believe It: Inspiring Surf in Waikiki with Nick Vujicic

(…) “Eu nasci desse jeito,” disse Vujicic. “Não há explicação médica para isso ter acontecido comigo, eu fui o primeiro filho que meus pais tiveram. Ir à escola foi muito difícil para mim, muitos riam de mim e me maltratavam. Foi muito difícil lidar com tudo aquilo e tentar descobrir quem eu realmente sou. Eu imaginava, é justo ser eu? Vale à pena viver a minha vida? ” “Na medida em que fui crescendo e amadurecendo, eu me dei conta de um princípio em minha vida: você não sabe o que você pode fazer até que você tente. Não interessa como é a sua aparência e o que você veste; interessa o que você é. Mesmo sem braços e pernas, você ainda tem um propósito.”

“Isso foi alucinante. Eu acho que estou apaixonado pelo surf,” disse um emocionado Vujicic. “Eu realmente não sei o que dizer, (pegar onda) foi completamente surreal. E estar lá dentro d’água com a Bethany e ter todas as pessoas na praia torcendo e gritando, me incentivando dentro e fora d’água, é dicífil pôr em palavras mas foi simplesmente uma tarde alucinante. Com certeza um dos melhores dias da minha vida.” (…)

—————

Obs:

Agradecimentos ao Gustavo Cabral pela dica ao Surf4ever.

– Tradução livre de Gustavo Otto.

________________________________________________Surf4ever

Anúncios

11 Responses to “» Reclamando da vida?”


  1. 1 zé augusto dez 09 2008 às 4:29 pm

    caraca meu irmão, que história, cara! por isso o seu blog não pode desaparecer nunca, valeu por nos revelar isso! abraço, zé

  2. 2 joao paulo dez 09 2008 às 6:10 pm

    Que exemplo.

  3. 3 tora dez 09 2008 às 8:11 pm

    De arrepiar em Gustavo.

    Tora

  4. 4 rodrigo terror dez 10 2008 às 4:10 pm

    Levanta qualquer moral ver um exemplo desses!! E ainda tem aqueles que ficam no sofá reclamando da vida…
    “você não sabe o que você pode fazer até que você tente.”..
    como ja dizia o poeta Raul, “tente, levante sua mão sedenta e recomeçe a andar….tente outra vez!!!!

    parabéns ao blog!!!

    terror

  5. 5 Gustavo Cabral dez 10 2008 às 4:40 pm

    Grande Gustavo, blog forever, abZ

  6. 6 Northon dez 10 2008 às 5:24 pm

    Faz com que paramos para pensar, em vez de reclamar do vento, swell do mar mexido e outras coisas sem menor importância na vida…

  7. 7 Michel dez 11 2008 às 12:00 pm

    É cara ver essa foto faz a gente pensar duas vezes antes de ficar de mal humor por coisas idiotas do dia-a-dia…
    e melhor…procurar crescer por dentro pq por fora só vai sobra pra terra come!
    hahahah

  8. 8 Laertes dez 11 2008 às 7:33 pm

    E aí Gustavo, mais uma grande lição de vida. Muito bom para nós refletirmos sobre nossas atitudes, tanto dentro quanto fora do mar.
    Um grande abraço, Laertes.

  9. 9 Surf4ever dez 11 2008 às 7:36 pm

    Realmente o australiano Nick Vujicic é um exemplo e faz refletir muito sobre vários aspectos da vida.

    Existem centenas de vídeos sobre ele no YouTube. Vi alguns e achei um mais inspirador que o outro. O cara consegue se virar como pode e ser o mais independente possível:

    http://www.youtube.com/results?search_query=Nick+Vujicic&search=Pesquisar

    Conhecer mais sobre ele faz mudar pensamentos, atitudes. Faz mudar o modo de encarar a existência. Possibilita uma aproximação com Deus.

    Valeu aí pessoal, falou,

    Gustavo
    S4e

  10. 10 Neko dez 11 2008 às 8:01 pm

    É isso aí Gustavo, como muitos já comentaram, por vezes achamos que temos problemas e depois de vermos situações como esta descobrimos que somos previlegiados e não sabíamos. Todos temos alguma limitação, as físicas certamente dificultam a prática de alguns esportes. As limitações de postura, de atitude, estas sim nos impedem de fazer muitas coisas legais na vida. Imagina a felicidade do Nick ao sentir o vento na cara pelo movimento de seu corpo sobre uma onda! Parece banal para nós. Mas não é! Um outro exemplo que acho muito legal e inspirador é o do Lois Bauer:

    http://topwings.blogspot.com/2008/05/limitao-que-est-na-sua-cabea.html

    Grande abraço e obrigado por dar esta acordada na galera! Boas ondas, Neko.

  11. 11 nr dez 12 2008 às 12:48 am

    Já conhecia bem a estória do nick vujicic, que acredito ser um anjo de Deus na terra p nos fazer lembrar que se não tivermos a humildade de aceitar e cultivar a presença de Deus nas nossas vida não dá p ser feliz. Se pensarmos é tão simples ter fé, aceitamos tantas bobagens pq não aceitar o Espírito Santo de Deus.
    GOD BLESS U ALL


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




“Eu vou pegar uma onda todos os dias, mesmo que seja na minha mente.”

“I will catch a wave every day, even in my mind.” Shaun Tomson

Uso recomendado:

Pra lavar a alma!

contato@surf4ever.com.br

Fica a vontade em mandar e-mail, ou comentar em qualquer post do blog, mesmo que seja antigo!

Blog com:

  • 415,440 hits

No blog agora:

hit counter

Arquivos:

Parceria Sul-Americana:

Melhor em 1024 X 768 pixels

******************************