» Uma prancha no pé e uma idéia no coração

Gustavo Otto, 2001 - Sumatra (mainland) - photo: Zane

Esse surfista comun, free-surfer de quase 32 anos que aqui nesse blog escreve, mal deve ter ganho uma bateria na vida. No máximo, passado uma ou duas em algum campeonatinho do Colégio Catarinense no final da década de 80, e início dos 90.

Não é um surfista que pode se considerar como já tendo conhecido muitos países e picos do mundo, mas alguns lugares como Austrália e Indónesia já foram surfados. América do Sul é o próximo objetivo, mas sei que nem todos os lugares pretendidos serão conquistados.

Nunca acompanhei muita revista especializada, sou um leitor mais das revistas velhas de Surf na casa de amigos, amarradão com as fotos, histórias e causos. Filmes também não posso me considerar um grande crítico, pois não sou muito atualizado. Nunca fui de colecionar muita coisa ligada ao Surf, apenas tenho algumas revistas como TRACKS e ASL de 1999 a 2001, que na Australia acompanhava de vez em quando, incentivado por meu amigo Larry Watson, um professor de inglês de Sydney, hoje com 50 anos e surfista que nunca deixa de dar um molho num fim-de-semana, principalmente em Sandon Point, pico de direitas alucinantes que eu tive o privilégio de poder surfar na Coal Coast, ao sul de Sydney.

Também nunca acompanhei diretamente o Surf competição, mas respeito e aprecio, como fazem muitas pessoas que gostam de Surf, atletas e eventos do amador local ao profissional mundial.

Mas o esporte esse de remar, dar joelhinho, esperar, vaquear, deslizar sobre a água com uma prancha, passar frio, calor, sufoco, perrenque dentro ou fora d’água, pegar um tubinho de vez em quando, dar uma batida e uma rasgada boa aqui e ali, presenciar da sala VIP performances ou vacas alucinantes de amigos e desconhecidos e, consequentemente, fazer a cabeça depois de uma sessão ou dia de Surf, esse sim, está presente na minha vida desde 1986, graças a Deus.

Até agora já tive momentos com mais Surf e menos Surf, momentos em que acho que o Surf me salvou, e um, não faz muito tempo, crucial: o de quando me dei conta da importância de continuar surfando (caindo no mar, sentindo a água no corpo, remando, subindo na prancha) e da necessidade de lutar para ter uma vida em que isso possa ser possível por muitos anos.

O Surf4ever surgiu nesse momento citado, e na verdade, o que escrevo aqui primeiramente tem me incentivado a estar mantendo sessões semanais de Surf, o que melhora a minha qualidade de vida. Se pelo menos mais uma pessoa se identificar com alguma coisa que está aqui, com as histórias de pessoas que surfaram ou surfam até muitos anos de vida ou qualquer outra coisa escrita, foto ou vídeo, pra mim já estará sendo uma vitória. E como alguns amigos e também novos amigos que nunca conheci pessoalmente, de outras partes, daqui ou do mundo, já me disseram que tem os incentivado também, isso pra mim já é suficiente.

Acho que o Surf, na sua essência, é uma das poucas coisas capazes de viabilizar a luta pela Paz e pela preservação da Natureza. Tanto da paz e da natureza individual de cada ser humano, como da Paz mundial e da Natureza como um todo, dos recursos naturais do nosso planeta, que estão cada vez mais escassos, e que se conectam diretamente com o Surf. Nessa esfera, o Surf4ever também, humildemente, tenta plantar uma semente, mostrar o que algumas pessoas e entidades têm feito e tentado fazer.

Publico agora esse texto e estou indo cair na água, dar uma remada, as ondas estão pequenas, mas não tem problema, sempre vale a pena, lava a alma, faz bem pra mente e corpo.

Um forte abraço e obrigado pra quem teve paciência de ler até aqui.

Continue surfando,

Gustavo Otto
Surf4ever
Florianópolis – Santa Catarina – Brasil
________________________________________________Surf4ever

Anúncios

7 Responses to “» Uma prancha no pé e uma idéia no coração”


  1. 1 João Feier abr 23 2007 às 1:41 pm

    O SURF4EVER TA SENDO MUITO MAIS DO Q UM BLOG, FAZENDO MUITOS VEREM Q O SURF NÃO É APENAS FICAR DANDO PULINHOS NA JUNÇÃO ACHANDO Q TA DANDO AEREO DA HORA COM CABELINHO BRUCE IRONS E BERMUDA DA VOLCOM QUE A MÃE DEU DE NATAL OU COM O LONG IGUAL O DO SLATER Q O PAI DEU DE ANIVERSÁRIO… MOSTRANDO MUITO DA RAIZ DO NOSSO ESPORTE O QUE ESTAVA NA MINHA OPINIÃO SENDO DEIXADO DE LADO PELA GRANDE MAIORIA…
    CARAS COMO CURREN E POTZ ESQUECIDOS POR MUITOS SÃO OS ÍDOLOS DO MEU AMIGO GUSTAVO E MEUS TB, A RAIZ DO ESPORTE NÃO PODE SER ESQUECIDA, COMO TUDO SURGIU, QUEM ERAM OS CARAS DAQUELA ÉPOCA, COMO FOI O DESENVOLVIMENTO DE TUDO, COMO SURGIRAM AS TRIBOS E QUAIS LUGARES DO MUNDO FORMARAM HISTÓRIA DO ESPORTE.
    PARABÉNS Tc POR ´TER ESSA IDÉIA E ESTAR DESENVOLVENDO ELA POIS O FEELING TU JA TENS E AMOR PELO SURF MAIS AINDA…ANIMAL MESMO. SURF É VIDA E DESEJO O SURF4EVER PARA TODA A GALERA DO SURF E PARA TI TB MEU AMIGO Q TA AÍ SEMPRE DE OLHO NO MAR E BOTANDO PA BAIXO COM UM GO FOR IT FUDIDO…

  2. 2 Maurio Borges abr 23 2007 às 2:20 pm

    É isso aí, Gustavo…
    O surfe não pode parar. Vida longa ao blog!
    É Surfe Todo Dia, sempre!

    Máurio Borges

  3. 3 Surf4ever abr 23 2007 às 3:44 pm

    Segunda-feira, passa do meio-dia, vou checar o blog e encontro quatro comentários que comparo com uma seção de Surf, pois lavam a alma desse blogueiro.

    Um deles do meu primo Evandro, sujeito que, nada mais nada menos, me colocou no Surf, emprestando e depois me vendendo sua Brasil Natural (lembra da BN?) biquilha, e que hoje com seus 3.7 turbo está na ativa, apesar de seus probleminhas no joelho e de morar longe da praia.

    Outro do meu amigo João Paulo Feier (que tb dropa por aqui como Don Lobo ou Don Lobito, em homenagem ao seu amor pelo Chile e pelas esquerdas de PL…). JP é um dos meus melhores amigos e o Surfer4ever mais assíduo até hoje.

    Outro comentário é do meu e-brother Maurio Borges, figura carismática que eu ainda só conheço por comunicação eletrônica, mas que o belo trabalho do Surf no rádio em Florianópolis e em outras atividades que envolvem o Surf da Ilha, do Brasil e do mundo, eu já conheço há anos.

    E o quarto, de um surfista que ainda não conheço e que dropou a primeira um ano antes de eu nascer. Ele veio cair nesse pico (onde todos são bem-vindos) surfando a rede e gostou do trabalho, elogiando e agradecendo pelo incentivo.

    Obrigado Evandro, obrigado João, obrigado Maurio e obrigado Tora, vocês fizeram o meu dia, sinto-me como tendo saído de uma bela seção, de cabeça feita mesmo.

    VALEU, RAÇA!

    Continuem surfando!

    Gustavo

  4. 4 rodrigo terror abr 24 2007 às 12:02 am

    Ter o privilégio de surfar, ver o nascer do sol de dentro d’agua, viajar no por do sol da poutrona das ondas, no balançar do oceano… só quando o Grande Arquiteto do Universo me levar que deixarei de passar por esses momentos… surf4ever!!!!!!!!
    Obs. Ô mais é bom!!!!! xaxaxaxaxaxxax
    abraço
    Rodrigo Terror.

  5. 5 Alexandre Turtle abr 24 2007 às 4:31 am

    Surfar é muito mais do que praticar um esporte, surfar pode ser um ato quase espiritual, um rito, onde rola um encontro interno, os pensamentos se acalmam. Muitos problemas podem ser solucionados durante uma seção tranquilha de surfe.
    O Surfe é regido pelas leis da natureza, a cada dia até as noticias dos jornais apontam que precisamos cuidar mais da natureza. Então era verdade toda aquela balela de aquecimento global, que alguns já falavam a vinte anos atrás, agora realmente estamos sentindo. Nós surfistas formamos uma grande comunidade mundial. Quando será que teremos uma voz ativa e representativa para que possamos conservar nossas águas,ondas e tantos outros belos ambientes que temos????? talvez quando cada um de nós fizer a sua parte e convencermos outras pessoas disso.

    pensar em surf4ever, é pensar no futuro do planeta.

    Basta olharmos para nossa “Ilha da Magia” que vem perdendo seu encanto para prédios e áreas destruidas em prol de poucos.

    Onde queremos viver no futuro??? Pense nisso!!!!

    Muita Paz e Boas ondas

    Alexandre ” Turtle”

  6. 6 Renato Ferrari abr 24 2007 às 9:18 pm

    É isso aí, Gustavo… Esse texto é animal, e foi da mesma forma que eu estou criando o meu site (www.wesurf.com.br). Seus textos, principalmente esse, retratam exatamente o que é carregar na alma a essência do surf.

    Isso deve ser sempre propagado à todos os surfistas, infelizmente não são todos conscientes como nós, e suas palavras podem abrir a mente e a alma de muitos surfistas e conscientizá-los sobre questões diretamente ligadas ao surf, como a natureza, a alma, o companheirismo dentro da água, e o sentimento que temos ao deslizar sobre uma parede de água.

    Eu não moro na praia, não tenho a oportunidade de surfar sempre e não é todo final de semana que eu consigo descer para o litoral atrás de um “good feelin pós-surf”, mas ao ler seus textos e ao ver as fotos do Surf4ever, esse “good feeling” é resgatado, e o prazer vem na hora… sinto até a água nos braços, o azul das ondas…

    Obrigado pelas mensagens e por manter o Surf4ever sempre recheado de bons sentimentos, de essência do surf. Esse é um site que nunca deixarei de conferir, diariamente.

    Grande Abraço e Aloha!

    Renato Ferrari

    …keep surfing. Yes, WE SURF!…
    http://www.wesurf.com.br (em breve)

  7. 7 Surf4ever abr 25 2007 às 6:23 pm

    Renato,

    Que bom ler teu comentário, brother!

    São palavras como as tuas que me incentivam a escrever.

    Receber comentários deste tipo de pessoas conhecidas já é muito gratificante, mas quando eles vêm de pessoas que ainda não conhecemos, dá uma sensação muito legal, pois assim vejo que o objetivo do Surf4ever está sendo atingido, os amantes (no mais correto sentido da palavra) do Surf estão se identificando.

    Que bom saber que o Surf4ever está te proporcionando isso, e que bom saber que existem iniciativas como o WE SURF, eu me identifiquei muito com o que já está escrito lá, embora ele ainda não esteja pronto, como tu avisou.

    Muito obrigado pela visita e pelos elogios, e pode contar com o Surf4ever para o que precisar.

    Valeu mesmo!

    Gustavo
    Surf4ever

    P.S – OBRIGADO TAMBÉM AOS MEUS AMIGOS RODRIGUINHO E TURTLE, VALEU AÍ A VISITA!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




“Eu vou pegar uma onda todos os dias, mesmo que seja na minha mente.”

“I will catch a wave every day, even in my mind.” Shaun Tomson

Uso recomendado:

Pra lavar a alma!

contato@surf4ever.com.br

Fica a vontade em mandar e-mail, ou comentar em qualquer post do blog, mesmo que seja antigo!

Blog com:

  • 415,629 hits

No blog agora:

hit counter

Arquivos:

Parceria Sul-Americana:

Melhor em 1024 X 768 pixels

******************************